terça-feira, 23 de maio de 2017

A história da Carochinha Mel

Era uma vez uma linda Carochinha que queria muito casar mas não tinha dinheiro. Um dia, estava a varrer a cozinha e encontrou uma moeda de ouro. Toda contente, foi comprar roupa nova e pôs-se a cantar à janela.


-Quem quer casar com a Carochinha, que é rica e bonitinha? 
-Quero eu! 
-E quem és tu? – perguntou a Carochinha. 
-Eu sou o Polvo. 


-E sabes cantar para me alegrar? 
-Sei e muito bem: glu glu glu glu! 
-Cantas muito mal! Contigo é que eu não me vou casar! 

E voltou a cantar: 
-Quem quer casar com a Carochinha, que é rica e bonitinha? 
-Quero eu, quero eu! 
-E quem és tu? – perguntou a Carochinha. 
-Eu sou o elefante. 


-E sabes cantar para me alegrar? 
-Sei sim senhora: uumm, uumm, uumm
-Cantas muito mal! Contigo é que eu não me vou casar! 

E voltou a cantar: 
-Quem quer casar com a Carochinha, que é rica e bonitinha? 
-Quero eu! 
-E quem és tu? 
-Eu sou o João Ratão, simpático e valentão. 
-E sabes cantar para me alegrar? 
-Claro que sim, minha linda Carochinha…ih, ih, ih!


A Carochinha ficou encantada e casou com ele. 

Apanhados em flagrante. Ai se o pai da Carochinha Mel vê isto!

Um belo domingo, a Carochinha foi à missa e pediu ao João Ratão que ficasse a tomar conta da panela que estava ao lume com os feijões para o jantar. Mas antes de sair avisou-o: 

-Não mexas na panela Joãozinho… não sejas guloso
Mas o João Ratão não resistiu. Ao tentar provar os feijões desequilibrou-se e zás, caiu para dentro do caldeirão! Quando a Carochinha chegou a casa encontrou o seu João Ratão cozido e assado dentro do caldeirão. 




FIM

Lista de Compras

Fofo e Touca - Royal Apparel

João Ratão - Lua de Algodão

...
Continua a acompanhar o blog na página do Facebook! 
E segue-nos no Instagram aqui!

Entretanto, sê feliz como eu, entre fraldas e mojitos!

Sem comentários:

Enviar um comentário